quarta-feira, 20 de maio de 2009

Meu sonho

Descobri que tenho sonhos
E vejo...
Uma maneira de morrer.

Sim, eu quero morrer
Pois sei que somente morrendo
Frutificarei.

Sonho ser como o grão de trigo*
Que, caindo por terra, morre.
Caso não morra, fica ele só.

Eu tenho sonhos que me dóem n’alma
Porque desiludi-me todos esses anos,
Esperando, aguardando,
Tentando provar que era alguma coisa.

Mas, se eu puder morrer
- ah, Deus, é tudo o que eu mais quero –
Sei que frutos hei de dar
E mais, frutos permanentes.

Cansei de ver vidas jogadas ao léu.
Cansei de olhar e ver
Que não foi consumada a missão.
Vidas de volta ao lixo,
Ministérios perdidos,
Desilusão.

Mas eu sonho
E vejo
Uma multidão
Daqueles que virão.

Eu desejo tão somente vidas
Que só conseguirei morrendo.
Há tanto o que aprender...

Eu desejo contagiar,
Ver santa a vida da F.,
E salva a vida da L..
Ter ao meu lado a vida da A.
E recebê-las todas numa igreja unida.

Eu desejo ver o R. à frente do ministério
Sem nenhum medo ou dúvida,
Desejo ver a constância do J.
E a compaixão pelas vidas nos olhos do T..

Desejo dar a minha vida
Entregando todos os meus vícios...
Desfazer-me de meus medos,
Prá tocar os corações.

Quero um povo que se importe
Sensível, amável, consolador,
Frutos que permanecem
E a Tua aprovação, Senhor.

Eu não quero mais fórmulas
Nem números prá contar
Quero vidas, corações restaurados
Que não tenham medo de ficar.

Não agüento mais viver assim
Vendo escapar por entre meus dedos
Aqueles por quem derramaste Teu sangue.
Fizeste tudo, Jesus.
Dá-me estas vidas, por Teu amor...

(By Lioness, outubro de 2002)
* Cf. João 12:23-26 – Bíblia Sagrada.

3 comentários:

Keka disse...

Oi Lioness!
Sabe que tens razão!
Difícil tirar uma foto boa da lua!
Dei sorte neste dia!
Tirei tb umas de um arco íris que apareceu ali mesmo no Natal. Achei tão incrível.
Vou postar em breve!
Que bom que gostou!
beijos

Pri disse...

Lioness, seu poema é muito particular. Tenho certeza que mesmo tendo sido escrito há quase 7 anos, ainda faz um sentido verdadeiro para vc, não é mesmo?
Bjs!

Laguardia disse...

Muito obrigado por acompanhar o Blog Brasil Liberdade e Democracia. Seus comentários são benvindos.

Neste momento em que o Brasil passa por um governo sem ética, sem honestidade e sem moral, é necessário que os cristãos ajam de forma profética como os profetas no passado mostrando que os governantes estão afastados de Deus.

É necessário também que façamos uma corrente de orações pedindo a Deus que tenha misericórdia de nosso povo e que toque os corações dos governantes para que se arrependam e se voltem para Deus.

Só assim teremos uma nação temente a Deus.

Meu sonho

Descobri que tenho sonhos
E vejo...
Uma maneira de morrer.

Sim, eu quero morrer
Pois sei que somente morrendo
Frutificarei.

Sonho ser como o grão de trigo*
Que, caindo por terra, morre.
Caso não morra, fica ele só.

Eu tenho sonhos que me dóem n’alma
Porque desiludi-me todos esses anos,
Esperando, aguardando,
Tentando provar que era alguma coisa.

Mas, se eu puder morrer
- ah, Deus, é tudo o que eu mais quero –
Sei que frutos hei de dar
E mais, frutos permanentes.

Cansei de ver vidas jogadas ao léu.
Cansei de olhar e ver
Que não foi consumada a missão.
Vidas de volta ao lixo,
Ministérios perdidos,
Desilusão.

Mas eu sonho
E vejo
Uma multidão
Daqueles que virão.

Eu desejo tão somente vidas
Que só conseguirei morrendo.
Há tanto o que aprender...

Eu desejo contagiar,
Ver santa a vida da F.,
E salva a vida da L..
Ter ao meu lado a vida da A.
E recebê-las todas numa igreja unida.

Eu desejo ver o R. à frente do ministério
Sem nenhum medo ou dúvida,
Desejo ver a constância do J.
E a compaixão pelas vidas nos olhos do T..

Desejo dar a minha vida
Entregando todos os meus vícios...
Desfazer-me de meus medos,
Prá tocar os corações.

Quero um povo que se importe
Sensível, amável, consolador,
Frutos que permanecem
E a Tua aprovação, Senhor.

Eu não quero mais fórmulas
Nem números prá contar
Quero vidas, corações restaurados
Que não tenham medo de ficar.

Não agüento mais viver assim
Vendo escapar por entre meus dedos
Aqueles por quem derramaste Teu sangue.
Fizeste tudo, Jesus.
Dá-me estas vidas, por Teu amor...

(By Lioness, outubro de 2002)
* Cf. João 12:23-26 – Bíblia Sagrada.