domingo, 15 de março de 2009

"Minha" casa pintada



Bem, há exatamente um mês mudei-me para uma casa alugada. Desde que cheguei da África em dezembro estava hospedada na casa de meus pais, e depois de tanto tempo, graças a Deus, consegui alugar uma pequena casa.


Isso tem me feito muito bem: ter meu espaço, oraganizar meus horários, administrar um lar novamente. Só quando tenho crises é que a coisa fica feia, quero morrer, aí preciso correr para o colinho da mamãe.


Não posso mais contar que tenho um marido, porque ele mentiu, mandou-me fazer esse tratamento e se comprometeu a me ajudar no tratamento a partir do início de março.


A maior parte das pessoas me diz para só pensar em mim agora, mas tente pensar só em você quando se está casada - pedido inútil.


Ele disse que talvez venha até maio para me visitar. Eu não tenho condições de voltar para a África. Queria poder me sentir amada e segura novamente. É fácil colocar a culpa de tudo na doença, e tirar dele a responsabilidade de marido, das palavras que ele disse no casamento, quando prometeu estar ao meu lado nos bons e maus momentos. Ele nunca fica perto quando estou mal. Todas as vezes que fiquei doente, mal, na África, ele me deixou sozinha e foi ajudar outros amigos. Nada mudou.


Bem, mas agora aluguei uma casa. E a casinha estava meio feinha com a pintura anterior. Estava assim:
Mas também não tenho renda fixa e espero o resultado da perícia do INSS ainda. Então fiz uma pesquisa para a Igreja e eles me deram uma oferta, que usei para comprar tinta e pagar o pintor. Já que era só por fora e a casa é pequena, não custou muito, e olha como ficou linda:



Então, ela está lilás com as portas e janelas brancas, um doce. Foi outro presente de Jesus.

2 comentários:

Luciani disse...

Oi lioness, senti q anda meio mal por estar longe do bem...eu ja passei por isso. e homem é desligado mesmo, não é q nem a gente, q qdo eles estao doente damos ate remedinho na boca...Força amiga, a casa ta lindinha mesmo, e voltar no colinho da mamae isso é uma coisa natural e muito boa q faz bem a todos!!
bom fim de semana
bjao

Lúcia disse...

Oi, amiga! A casa ficou realmente linda! Te amo!!

"Minha" casa pintada



Bem, há exatamente um mês mudei-me para uma casa alugada. Desde que cheguei da África em dezembro estava hospedada na casa de meus pais, e depois de tanto tempo, graças a Deus, consegui alugar uma pequena casa.


Isso tem me feito muito bem: ter meu espaço, oraganizar meus horários, administrar um lar novamente. Só quando tenho crises é que a coisa fica feia, quero morrer, aí preciso correr para o colinho da mamãe.


Não posso mais contar que tenho um marido, porque ele mentiu, mandou-me fazer esse tratamento e se comprometeu a me ajudar no tratamento a partir do início de março.


A maior parte das pessoas me diz para só pensar em mim agora, mas tente pensar só em você quando se está casada - pedido inútil.


Ele disse que talvez venha até maio para me visitar. Eu não tenho condições de voltar para a África. Queria poder me sentir amada e segura novamente. É fácil colocar a culpa de tudo na doença, e tirar dele a responsabilidade de marido, das palavras que ele disse no casamento, quando prometeu estar ao meu lado nos bons e maus momentos. Ele nunca fica perto quando estou mal. Todas as vezes que fiquei doente, mal, na África, ele me deixou sozinha e foi ajudar outros amigos. Nada mudou.


Bem, mas agora aluguei uma casa. E a casinha estava meio feinha com a pintura anterior. Estava assim:
Mas também não tenho renda fixa e espero o resultado da perícia do INSS ainda. Então fiz uma pesquisa para a Igreja e eles me deram uma oferta, que usei para comprar tinta e pagar o pintor. Já que era só por fora e a casa é pequena, não custou muito, e olha como ficou linda:



Então, ela está lilás com as portas e janelas brancas, um doce. Foi outro presente de Jesus.