quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

CADÊ O CAVALHEIRISMO QUE TAVA AQUI? O GATO COMEU!


O outro post "Venha a nós o vosso reino" me fez pensar.
Onde anda o velho e bom CAVALHEIRISMO?

Sim, porque alguns homens abstraíram completamente o conceito, e deCAVALHEIROS acabaram virando uns belos duns CAVALOS, isso sim, rs.

E não me venha acenar com a bandeira do feminismo, como toureiro empunhando a bandeira vermelha não, pelamor!
Me deixa ser mulher, pombas!
Eu não sei se são as próprias mulheres que se colocaram nuns papéis inatingivelmente auto-suficientes, ou se os homens é que andam muito sem verniz mesmo.

Nego confunde - acha que cavalheirismo tem a ver com abrir porta de carro, trazer flores...
Não que isso não seja legal. Mas se for forçado, fica falso e cafona. É clichê.
Tipo, o cara não abre porta NUNCA, e aí de repente ele tem interesse em você e resolve começar a abrir? Eu dou risada.
Aquele que chega com um buquê de suas flores favoritas (o que mostra atenção e tals) é maravilhoso. Pode ser um raminho de flores azuis colhido no canteiro do prédio dele :)
Mas aquele que quer se exibir trazendo um bando de flores sem sentido em primeiro encontro, porque acha que isso é PRAXE... esquece!
Isso não tem nada a ver com cavalheirismo de verdade.

Cavalheirismo tem a ver com o cara que mostra CUIDADO e ATENÇÃO.
É o cara que se preocupa que a mulher está dirigindo à noite sozinha. Ou com o cansaço dela.
É aquele que é GENTIL em se oferecer para fazer certas coisas.
Porra, é até o cara que dá o lugar pra uma grávida no metrô (coisa que vejo a maioria dos ogros IGNORANDO hoje em dia)

É aquele cara que diz "não levanta isso, é pesado" mesmo sabendo que você pode perfeitamente arrastar o sofá, se quiser, mas vai lá e arrasta pra você.
É o cara que quando você chega numa mesa num restaurante com amigos e não há cadeiras, se prontifica a pegar uma pra você. E não o BABACA que senta logo e deixa a mulher atarantada olhando em volta procurando assento.

Outro dia vi uma cena num barzinho - o cara pediu pra mulher levantar da mesa e ir até o bar pedir uma cerveja pra ele, pois o garçom não estava vindo.
Ela levantou e foi lá. Ele ficou conversando com os outros caras. Depois de meia hora ela volta e estende um chopp pra ele, que vira e diz: "garotinho?? Ah, não dá nem pro cheiro! Volta lá e pede um normal?"
Eu achei que ela fosse tacar o copo na cabeça dele, mas ela se limitou a um fora, rs.

Outra boa: quando eu era garota, acontecia uma coisa muito curiosa com os pais de uma amiguinha minha - era sempre a mãe dela quem dirigia quando eles saíam. Mas não era ÀS VEZES, era SEMPRE. O cara ia lendo o jornal no carona, ou bebendo numa latinha ou fumando (esse não fazia nada da vida), e ela sempre dirigindo pra cima e pra baixo, quantas vezes fosse.
Mesmo sendo pequena, eu achava aquilo tão feio e deselegante!

O cavalheirismo tem aquela coisa galante, sabe?
Aquela coisa elegante masculina, que faz a gente lembrar dos cavaleiros de armadura brilhante das historinhas.
Alguns acham isso idiota. Por que seria??

É idiota ter EDUCAÇÃO?
Eu acho que essas gentilezas com o sexo feminino são o que mantém asadoráveis diferenças entre homens e mulheres.

Se fosse pra sermos todos iguais, e nós não fôssemos pra sermos tratadas com certo zelo e consideração... era melhor que eles começassem a sair logo com osparceiros de pôquer, caceta!

Onde anda então o cavalheirismo?
As mães não estão ensinando mais pro filhos???

Um comentário:

yoxorote disse...

Thanks for your share! very impressive!

cheap nolvadex

CADÊ O CAVALHEIRISMO QUE TAVA AQUI? O GATO COMEU!


O outro post "Venha a nós o vosso reino" me fez pensar.
Onde anda o velho e bom CAVALHEIRISMO?

Sim, porque alguns homens abstraíram completamente o conceito, e deCAVALHEIROS acabaram virando uns belos duns CAVALOS, isso sim, rs.

E não me venha acenar com a bandeira do feminismo, como toureiro empunhando a bandeira vermelha não, pelamor!
Me deixa ser mulher, pombas!
Eu não sei se são as próprias mulheres que se colocaram nuns papéis inatingivelmente auto-suficientes, ou se os homens é que andam muito sem verniz mesmo.

Nego confunde - acha que cavalheirismo tem a ver com abrir porta de carro, trazer flores...
Não que isso não seja legal. Mas se for forçado, fica falso e cafona. É clichê.
Tipo, o cara não abre porta NUNCA, e aí de repente ele tem interesse em você e resolve começar a abrir? Eu dou risada.
Aquele que chega com um buquê de suas flores favoritas (o que mostra atenção e tals) é maravilhoso. Pode ser um raminho de flores azuis colhido no canteiro do prédio dele :)
Mas aquele que quer se exibir trazendo um bando de flores sem sentido em primeiro encontro, porque acha que isso é PRAXE... esquece!
Isso não tem nada a ver com cavalheirismo de verdade.

Cavalheirismo tem a ver com o cara que mostra CUIDADO e ATENÇÃO.
É o cara que se preocupa que a mulher está dirigindo à noite sozinha. Ou com o cansaço dela.
É aquele que é GENTIL em se oferecer para fazer certas coisas.
Porra, é até o cara que dá o lugar pra uma grávida no metrô (coisa que vejo a maioria dos ogros IGNORANDO hoje em dia)

É aquele cara que diz "não levanta isso, é pesado" mesmo sabendo que você pode perfeitamente arrastar o sofá, se quiser, mas vai lá e arrasta pra você.
É o cara que quando você chega numa mesa num restaurante com amigos e não há cadeiras, se prontifica a pegar uma pra você. E não o BABACA que senta logo e deixa a mulher atarantada olhando em volta procurando assento.

Outro dia vi uma cena num barzinho - o cara pediu pra mulher levantar da mesa e ir até o bar pedir uma cerveja pra ele, pois o garçom não estava vindo.
Ela levantou e foi lá. Ele ficou conversando com os outros caras. Depois de meia hora ela volta e estende um chopp pra ele, que vira e diz: "garotinho?? Ah, não dá nem pro cheiro! Volta lá e pede um normal?"
Eu achei que ela fosse tacar o copo na cabeça dele, mas ela se limitou a um fora, rs.

Outra boa: quando eu era garota, acontecia uma coisa muito curiosa com os pais de uma amiguinha minha - era sempre a mãe dela quem dirigia quando eles saíam. Mas não era ÀS VEZES, era SEMPRE. O cara ia lendo o jornal no carona, ou bebendo numa latinha ou fumando (esse não fazia nada da vida), e ela sempre dirigindo pra cima e pra baixo, quantas vezes fosse.
Mesmo sendo pequena, eu achava aquilo tão feio e deselegante!

O cavalheirismo tem aquela coisa galante, sabe?
Aquela coisa elegante masculina, que faz a gente lembrar dos cavaleiros de armadura brilhante das historinhas.
Alguns acham isso idiota. Por que seria??

É idiota ter EDUCAÇÃO?
Eu acho que essas gentilezas com o sexo feminino são o que mantém asadoráveis diferenças entre homens e mulheres.

Se fosse pra sermos todos iguais, e nós não fôssemos pra sermos tratadas com certo zelo e consideração... era melhor que eles começassem a sair logo com osparceiros de pôquer, caceta!

Onde anda então o cavalheirismo?
As mães não estão ensinando mais pro filhos???