segunda-feira, 18 de maio de 2009

Espera

Vem ao meu encontro, amado meu,
Amado do minh’alma.
Vem acalmar as tempestades
Que se formam em meu coração.

Ouço o barulho do vento e penso
Como será o som da tua voz.
Ah, como desejo te conhecer
E ver que todos os meus sonhos
Se realizam em ti, só em ti.

Vem ao meu encontro, amado meu,
Deixa-me ver o teu rosto,
Acariciar os teus cabelos,
E, pelo resto dos meus dias,
Me embriagar do teu amor.

Vem ser a minha fortaleza
Aquele em quem me refugio.
Vem ser o meu guia na escuridão
E envolver-me nos teus braços
Que me amam e me protegem.

Vem ao meu encontro, amado meu,
Amado da minh’alma.
Vem para os meus braços de amor.
Vem buscar a pureza e a fidelidade
Que com tanto zelo guardei para ti.

(By Lioness, escrevi para meu futuro marido, antes de conhecê-lo, em março de 2002)

4 comentários:

Babi Mello disse...

Linda a poesia, e é muito bom falar de amor e nos versos expressar o que se espera, o que se sonha.
Boa segunda Lioness.

Pri disse...

Muito bonita a poesia, flor...
Acho que tem alguma coisa errada comigo, hehehe... Não consigo ter esse tipo de expectativa com alguém, nunca consegui. Acho que sou racional demais.
Bjs!

Lúcia disse...

Muito lindo, como sempre, como tudo que vc escreve...

Jairo disse...

A poesia sempre tem o sabor de refletir a alma e aí só sai coisa bonita.
Abraços

Espera

Vem ao meu encontro, amado meu,
Amado do minh’alma.
Vem acalmar as tempestades
Que se formam em meu coração.

Ouço o barulho do vento e penso
Como será o som da tua voz.
Ah, como desejo te conhecer
E ver que todos os meus sonhos
Se realizam em ti, só em ti.

Vem ao meu encontro, amado meu,
Deixa-me ver o teu rosto,
Acariciar os teus cabelos,
E, pelo resto dos meus dias,
Me embriagar do teu amor.

Vem ser a minha fortaleza
Aquele em quem me refugio.
Vem ser o meu guia na escuridão
E envolver-me nos teus braços
Que me amam e me protegem.

Vem ao meu encontro, amado meu,
Amado da minh’alma.
Vem para os meus braços de amor.
Vem buscar a pureza e a fidelidade
Que com tanto zelo guardei para ti.

(By Lioness, escrevi para meu futuro marido, antes de conhecê-lo, em março de 2002)