sexta-feira, 3 de abril de 2009

A vida

Às vezes é preciso esperar
Prá notar que se está vivendo;
Às vezes é preciso viver
Mesmo que se deseje a morte.

A espera vale a pena
Traz muitas alegrias
Ainda que tardias.

A vida vale a pena
Quando se é vivida
Num sentido justo e verdadeiro
Sem medo da morte
Sem medo da vida
Sem medo da espera (e da própria lida).

Surpresas não existem
A vida é, em si, inesperada,
Não se prevê nada, só se vive
Esperando
Vivendo
Às vezes morrendo
Mas sempre vivendo
Até a chegada da morte
Que não é triste, é lucro,
É vida!

No fim dá tudo na mesma:
Vida por vida
Vida por morte;
Surpresas na vida
Surpresas na morte;
A espera é longa
A recompensa é certa
Mas mas escolhas...
Bem, as escolhas nem tanto!

(By Lioness, outubro de 1999)

2 comentários:

Márcia disse...

Oiii !!! Vim agradecer sua visita e pedir desculpas pela demora...estava enrolada mesmo !!! rs
QUe texto lindo !!!
Bom fim de semana
Beijim

KarolinaB disse...

adorei tudo escrito aqui. Algumas coisas eu até precisa ouvir mesmo, sabe ^^

uma reflexão muito justa sobre a vida. Parabens

A vida

Às vezes é preciso esperar
Prá notar que se está vivendo;
Às vezes é preciso viver
Mesmo que se deseje a morte.

A espera vale a pena
Traz muitas alegrias
Ainda que tardias.

A vida vale a pena
Quando se é vivida
Num sentido justo e verdadeiro
Sem medo da morte
Sem medo da vida
Sem medo da espera (e da própria lida).

Surpresas não existem
A vida é, em si, inesperada,
Não se prevê nada, só se vive
Esperando
Vivendo
Às vezes morrendo
Mas sempre vivendo
Até a chegada da morte
Que não é triste, é lucro,
É vida!

No fim dá tudo na mesma:
Vida por vida
Vida por morte;
Surpresas na vida
Surpresas na morte;
A espera é longa
A recompensa é certa
Mas mas escolhas...
Bem, as escolhas nem tanto!

(By Lioness, outubro de 1999)