quinta-feira, 12 de março de 2009

Para G. no dia em que nasceu

Vieste ao mundo
Oh, meiga criança
Por ti tenho amor profundo
Trouxeste a paz e uma esperança.

Já te amo, nunca te vi
Aguardo o tempo de conhecer-te
Inicias uma etapa que já esqueci
Longe, anseio poder ver-te.

Quero que saibas, pequena luz,
Que a minha ausência tem uma razão:
Sou serva do Senhor Jesus
Entreguei-Lhe há tempos meu coração.
(By Lioness - março 1999)

Um comentário:

Para G. no dia em que nasceu

Vieste ao mundo
Oh, meiga criança
Por ti tenho amor profundo
Trouxeste a paz e uma esperança.

Já te amo, nunca te vi
Aguardo o tempo de conhecer-te
Inicias uma etapa que já esqueci
Longe, anseio poder ver-te.

Quero que saibas, pequena luz,
Que a minha ausência tem uma razão:
Sou serva do Senhor Jesus
Entreguei-Lhe há tempos meu coração.
(By Lioness - março 1999)