sábado, 7 de março de 2009

O caso da menina de 9 anos grávida de gêmeos

Não posso deixar de comentar essa barbaridade que aconteceu lá em Pernambuco, com a menina de 9 anos - que ficou grávida de gêmeos após seguidos abusos do padrastro.

Achei mais inacreditável o fato do arcebispo de Recife e Olinda dizer que vai excomungar todos os que apoiaram o aborto. Inacreditável.

É claro que aborto não é bom. É claro que diz respeito a uma vida (e nesse caso, duas). Mas o que parece que o arcebispo esqueceu - e muitos com ele - é a vida da menina de 9 anos que não tem estrutura física, emocional nem psicológica para ser mãe de gêmeos aos 9 anos de idade - e nem o futuro dos gêmeos com uma mãe tão nova.

Ter vida não é apenas respirar. Que isso fique bem claro.

3 comentários:

Renata disse...

Concordo inteiramente com vc, ainda ontem á noite estava conversando com meu marido sobre isso,do padastro da menina a igreja parece que esqueceu.... e linda, obrigada pelos elogios ao meu bloguinho, ja virei fã do seu....beijinhos e um otimo fim de semana!!!

Lúcia disse...

Ontem vi que disseram que aborto é pior que estupro... quem são eles para medir isso? É de revoltar!!!

Juliana disse...

Também achei isso revoltante! Tudo! O bispo, o padrasto, menos o aborto! Tenho pena do que essa menina vai ser quando crescer. Espero que alguém com cabeça a ajude a superar tudo isso, pq a mãe dessa menina deve ser uma avoada que nunca notou que a filha era estuprada desde os 6 anos.
=/

O caso da menina de 9 anos grávida de gêmeos

Não posso deixar de comentar essa barbaridade que aconteceu lá em Pernambuco, com a menina de 9 anos - que ficou grávida de gêmeos após seguidos abusos do padrastro.

Achei mais inacreditável o fato do arcebispo de Recife e Olinda dizer que vai excomungar todos os que apoiaram o aborto. Inacreditável.

É claro que aborto não é bom. É claro que diz respeito a uma vida (e nesse caso, duas). Mas o que parece que o arcebispo esqueceu - e muitos com ele - é a vida da menina de 9 anos que não tem estrutura física, emocional nem psicológica para ser mãe de gêmeos aos 9 anos de idade - e nem o futuro dos gêmeos com uma mãe tão nova.

Ter vida não é apenas respirar. Que isso fique bem claro.