quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Se você não existisse (para meu amigo - 1996)

O que eu faria se você não existisse?
Talvez nada, talvez tudo.
O que eu faria se você não existisse?
Respiraria fundo e iria ver o tempo passar.
Talvez olhasse as pessoas e imaginasse uma igual a você.
O que eu faria, caso você não existisse?
Com certeza viveria, mas não totalmente;
Faltaria um pedaço mais ou menos do seu tamanho.
Caso você não existisse, a lua seria sempre a lua,
O tempo seria sempre o tempo,
A parte seria sempre a parte,
Nada mudaria,... a não ser tudo.
O que eu faria, então?
Talvez nada, nada além do que faço hoje,
Com menos prazer, no entanto, talvez menos intensidade,
Menos emoção. Ou mesmo não fizesse nada, e ficasse a imaginar
De onde surgiria a pessoa que me tiraria dessa.
O que eu faria se você não existisse?
Me casaria, provavelmente logo, e me encheria de filhos;
E jogaria no lixo todos os planos que Deus me deu.
Ou, talvez, na melhor das hipóteses, me casaria com alguém burro
O suficiente prá fazer tudo o que eu mandasse.
Senão, mesmo solteira, seria professora;
Não aguentaria até o fim a barra que tenho enfrentado
por um futuro diferente.
Se você não existisse, com certeza Deus te criaria;
Não iria perder tempo com aqueles modelos
De sempre: cafajestes, malandros, sem nada na cabeça;
Iria inventar algo novo,
Provavelmente você!
Se você não existisse, o que eu faria?
Sentaria num cantinho e choraria, sim, muito magoada
Com você por não existir, e eu estaria sozinha,
Sem poder te xingar. Respiraria fundo e olharia a lua,
Aí choraria mais ainda porque não haveria mais ninguém
Que escrevesse tão bem sobre ela além de Vinícius de Moraes.
Mas, se você quer realmente saber o que eu faria se você não existisse,
Pergunte-se a mesma coisa a meu respeito, talvez aí esteja sua
Resposta pois, a falta que você me faria,
nem de pensar eu gostaria.

(By Lioness)

Um comentário:

JACKE disse...

ADORO SEU BLOG!!!!! TÁ MUITO LINDO E INTERESSANTE.........BJOKAS

Se você não existisse (para meu amigo - 1996)

O que eu faria se você não existisse?
Talvez nada, talvez tudo.
O que eu faria se você não existisse?
Respiraria fundo e iria ver o tempo passar.
Talvez olhasse as pessoas e imaginasse uma igual a você.
O que eu faria, caso você não existisse?
Com certeza viveria, mas não totalmente;
Faltaria um pedaço mais ou menos do seu tamanho.
Caso você não existisse, a lua seria sempre a lua,
O tempo seria sempre o tempo,
A parte seria sempre a parte,
Nada mudaria,... a não ser tudo.
O que eu faria, então?
Talvez nada, nada além do que faço hoje,
Com menos prazer, no entanto, talvez menos intensidade,
Menos emoção. Ou mesmo não fizesse nada, e ficasse a imaginar
De onde surgiria a pessoa que me tiraria dessa.
O que eu faria se você não existisse?
Me casaria, provavelmente logo, e me encheria de filhos;
E jogaria no lixo todos os planos que Deus me deu.
Ou, talvez, na melhor das hipóteses, me casaria com alguém burro
O suficiente prá fazer tudo o que eu mandasse.
Senão, mesmo solteira, seria professora;
Não aguentaria até o fim a barra que tenho enfrentado
por um futuro diferente.
Se você não existisse, com certeza Deus te criaria;
Não iria perder tempo com aqueles modelos
De sempre: cafajestes, malandros, sem nada na cabeça;
Iria inventar algo novo,
Provavelmente você!
Se você não existisse, o que eu faria?
Sentaria num cantinho e choraria, sim, muito magoada
Com você por não existir, e eu estaria sozinha,
Sem poder te xingar. Respiraria fundo e olharia a lua,
Aí choraria mais ainda porque não haveria mais ninguém
Que escrevesse tão bem sobre ela além de Vinícius de Moraes.
Mas, se você quer realmente saber o que eu faria se você não existisse,
Pergunte-se a mesma coisa a meu respeito, talvez aí esteja sua
Resposta pois, a falta que você me faria,
nem de pensar eu gostaria.

(By Lioness)