quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Eu desejo o céu (dez 1998)

Sim, eu desejo o céu
ir prá casa
encontrar meu Senhor.
Ver os olhos dos que me foram chegados
adorar Aquele que sempre me amou
e a Si mesmo Se entregou
em favor de todos nós.

Sim, eu desejo o céu
meu lar eterno
onde meu nome escrito está.
Receber novo nome
Sentir não mais dor ou tristeza.
Um novo céu, um novo lar
eternamente com Aquele
que foi, é e sempre será.

Sim, eu desejo o céu
e lá ver também
os que vi só por um instante
no caminho da minha vida
mas neste instante pude
mostrar-lhes o caminho para lá chegar.
Não ver seu sangue em minhas mãos
e sentir o dever cumprido
para a glória de Deus Pai.

Sim, eu desejo o céu
porque lá há uma trilha sonora
embutida na paisagem
e não há homens que queiram destruí-la.
Lá a glória de Deus é visível,
é palpável e penetrante.
O verbo se move e fala conosco
o Consolo é vivo e permanente
e não há mais nada que nos ligue ao passado
pois as coisas velhas já passaram
tudo se fez novo.

Eu desejo o céu
porque é de lá que sou cidadã
sou parte desse Reino
não vivo agora, mas Seu Rei vive em mim.
E por mais realizações eu possa
acumular neste mundo
Prá mim o viver é Cristo
e o morrer é lucro!

(By Lioness)

Um comentário:

C. Maurício disse...

Olá!
Bom, no fundo acho que todos desejamos algo maior, dando a este algo diferentes nomes... alguns chamam de céu.
Sempre pensei que se tentarmos fazer um mundo melhor (por mais que não o mudemos), um dia acabaremos por perceber que o céu está mais perto do que esperávamos...
Estou de volta!
PS: O post em que você comentou estava incompleto, eu estava tendo problemas com a net, mas agora consegui postar completo.

Eu desejo o céu (dez 1998)

Sim, eu desejo o céu
ir prá casa
encontrar meu Senhor.
Ver os olhos dos que me foram chegados
adorar Aquele que sempre me amou
e a Si mesmo Se entregou
em favor de todos nós.

Sim, eu desejo o céu
meu lar eterno
onde meu nome escrito está.
Receber novo nome
Sentir não mais dor ou tristeza.
Um novo céu, um novo lar
eternamente com Aquele
que foi, é e sempre será.

Sim, eu desejo o céu
e lá ver também
os que vi só por um instante
no caminho da minha vida
mas neste instante pude
mostrar-lhes o caminho para lá chegar.
Não ver seu sangue em minhas mãos
e sentir o dever cumprido
para a glória de Deus Pai.

Sim, eu desejo o céu
porque lá há uma trilha sonora
embutida na paisagem
e não há homens que queiram destruí-la.
Lá a glória de Deus é visível,
é palpável e penetrante.
O verbo se move e fala conosco
o Consolo é vivo e permanente
e não há mais nada que nos ligue ao passado
pois as coisas velhas já passaram
tudo se fez novo.

Eu desejo o céu
porque é de lá que sou cidadã
sou parte desse Reino
não vivo agora, mas Seu Rei vive em mim.
E por mais realizações eu possa
acumular neste mundo
Prá mim o viver é Cristo
e o morrer é lucro!

(By Lioness)