sábado, 10 de janeiro de 2009

Mensagem Subliminar







Muito se fala sobre isso, mas considero importante treinar nosso cérebro para as mensagens que nossos sentidos não decodificam de imediato mas que ficam gravadas em nosso inconsciente. Um exemplo bem simples:




O que você vê?














Em preto você pode ler a palavra GOOD, em branco a palavra EVIL (dentro de cada letra preta tem uma letra branca).










Agora, o que você vê?





Você pode não ver isso à primeira vista, mas nos espaços em branco pode-se ler a palavra optical, na paisagem azul lê-se a palavra illusion. Olhe novamente! Pode ver porque esta pintura é chamada de ilusão de ótica?





O que você vê aqui?




A palavra TEACH reflete como LEARN.



O que você vê?

Você provavelmente leia a plavra ME em marrom, mas........ quando olha através de ME você vê YOU!



É bom ficar esperto. Se podemos enganar nossos sentidos com mensagens tão inofensivas, o que não se dirá de coisas mais sérias - na mão dos controladores da mídia?





Um comentário:

Antônio disse...

Caraca! Formidável! Adorei os paradóxos you-me e evil-good.

Mensagem Subliminar







Muito se fala sobre isso, mas considero importante treinar nosso cérebro para as mensagens que nossos sentidos não decodificam de imediato mas que ficam gravadas em nosso inconsciente. Um exemplo bem simples:




O que você vê?














Em preto você pode ler a palavra GOOD, em branco a palavra EVIL (dentro de cada letra preta tem uma letra branca).










Agora, o que você vê?





Você pode não ver isso à primeira vista, mas nos espaços em branco pode-se ler a palavra optical, na paisagem azul lê-se a palavra illusion. Olhe novamente! Pode ver porque esta pintura é chamada de ilusão de ótica?





O que você vê aqui?




A palavra TEACH reflete como LEARN.



O que você vê?

Você provavelmente leia a plavra ME em marrom, mas........ quando olha através de ME você vê YOU!



É bom ficar esperto. Se podemos enganar nossos sentidos com mensagens tão inofensivas, o que não se dirá de coisas mais sérias - na mão dos controladores da mídia?